Educação financeira: 4 passos para você mudar de vida e organizar suas contas

educacao-fianceira Educação financeira: 4 passos para você mudar de vida e organizar suas contas

Educação financeira envolve hábitos que serão praticados diariamente, cotidianamente por toda a família. É importante que desde criança, esse assunto seja tratado a fim de ser absorvido com mais facilidade.

O desafio é manter um padrão de vida razoável, em um país em que as coisas custam muito mais do que valem (impostos altos por serviços precários, taxas de juros absurdas etc).

Muitas vezes, o orçamento familiar sai dos trilhos mesmo quando não se faz extravagâncias com o dinheiro. Por isso, vamos trazer dicas simples e práticas, mas que necessitam de disciplina e força de vontade para colocá-las em ação.

Educação financeira não tem a ver com o quanto se ganha, mas em como se gasta. Não se resume em cortar gastos, economizar dinheiro, poupar ou acumular.

Equilibrar receitas e despesas deve ser um compromisso pessoal e familiar que requer disciplina, organização e acima de tudo, planejamento.

O mau uso do dinheiro ou a falta dele ocasionam problemas emocionais que afetam as relações conjugais, produtividade no trabalho e cria um ambiente familiar conturbado. Vale lembrar que toda a dinâmica do dia a dia (a casa que você mora, o transporte que você usa ou a comida que você come) é movida por dinheiro e por isso ele deve ser bem administrado.

Defina Prioridades e Elimine o que não é essencial

Fazer um plano de saúde para a família?

Organizar uma viagem e momentos de lazer?

Quitar uma dívida?

Comprar uma casa própria ou mudar-se para uma casa maior?

Quitar o financiamento do seu carro?

Poupar para garantir um curso ou especialização?

Esses são exemplos de decisões que você precisa tomar sobre o que fazer com o seu dinheiro.

  • Caso o orçamento esteja em desequilíbrio, o caminho é reduzir imediatamente as despesas:

Não é necessário que as dívidas sejam quitadas de uma só vez.

Renegociar ou trocar uma dívida por outra menor, pode desafogar o orçamento ou ajudá-lo a se livrar dela mais rápido.

Esse período de ajuste requer disciplina. Lembre-se que ele é necessário, porém transitório.

Idas ao restaurante, passeios, viagens ou compras supérfluas podem esperar até que o equilíbrio financeiro seja retomado.

veja aqui como se livrar das dívidas em passos simples

Estabeleça Objetivos Financeiros

educacao-fianceira Educação financeira: 4 passos para você mudar de vida e organizar suas contas

  • Determine um valor, um prazo e um objetivo financeiro a ser atingido.
  • Organize-se de forma a criar as condições para que a meta seja cumprida.
  • Defina objetivos financeiros alcançáveis.
  • Faça um sonho virar realidade.

Exemplo: comprar um carro no valor de R$ 30 mil, dentro de dois anos.

Analise seu orçamento e veja como reorganizá-lo de forma a adquirir o automóvel no prazo estabelecido.

Tenha uma reserva de Emergência

educacao-fianceira Educação financeira: 4 passos para você mudar de vida e organizar suas contas

A Reserva de Emergência compreende um valor que cubra seus gastos necessários por um período até você se recuperar (veja mais aqui).

A Reserva de Emergência poderá ser utilizada, por exemplo, nos seguintes casos:

Seu carro quebrou, sua casa precisa de manutenção, algo inesperado na família ou a perda do emprego.

  • Junte o equivalente aos seus gastos necessários de 3 meses (No mínimo).

(Reserva de emergência ideal: 6 meses)

Atenção: Não é necessário que sua Reserva de Emergência seja feita de uma única vez. Para alcançar esse objetivo, reserve de 10% a 20% ao mês. Coloque-a como uma prioridade até que alcance seu objetivo.

Poupe e Invista seu dinheiro

educacao-fianceira Educação financeira: 4 passos para você mudar de vida e organizar suas contas

A partir de um determinado nível de organização das finanças, você irá dispor de recursos para investimento.

As contas estão em dia, não há dívidas pendentes e a meta de gastar menos do que ganha virou lei.

Chegou a hora de fazer o dinheiro trabalhar para você. Busque investimentos de acordo com o seu perfil: Tesouro direto, Fundo de investimentos, Mercado de Ações e outros.

Até mesmo o dinheiro da Reserva de Emergência, você poderá deixar aplicado em algum tipo de aplicação financeira com liquidez diária, que significa ganhos maiores que a poupança e a possibilidade de resgatar assim que necessário: Tesouro Selic, Fundos de Investimentos ou CDB são exemplos.

 

Precisa de Ajuda? Veja como definir objetivos realizáveis e bem definidos no Curso de Planejamento Financeiro Pessoal do professor, consultor e pesquisador em finanças Rodrigo Leone.

 

Siga esses passos e incorpore novos hábitos que irão fazer você mudar de vida.

Gostou? Compartilhe estas dicas com seus amigos e ajude-os a colocarem as suas finanças em dia também. Ah… E não esqueça de deixar seu comentário. Ficarei muito feliz em responder. Abraço!

educacao-fianceira Educação financeira: 4 passos para você mudar de vida e organizar suas contas

@dicadebolso.financas

MARTA REIS, ECONOMISTA

Economista. Palestras sobre Educação Financeira e Finanças Pessoais. Orientação em Finanças Pessoais com linguagem prática e simples através da internet.